EmpEmpGestLogoGest

Sistema Integrado de Gestão de Frotas de Empilhadores

Saber mais Folheto Manual App Cliente Manual Web

O EmpGest é um sistema para a gestão de frotas de empilhadores. Permite o controlo de acessos e a gestão inteligente de máquinas, equipamentos e utilizadores com vista a uma maximização da produção e uma minimização de custos associados a sua manutenção.

O Sistema EmpGest pode ser acedido remotamente, a partir de qualquer ponto no globo, via Internet, para execução de tarefas administrativas e de análise. Disponibilizando uma série de tabelas, mapas e gráficos paramétricos, que permitem uma melhor avaliação de máquinas e utilizadores, em termos de desempenho, produtividade e fiabilidade.

empgest imagem

 

Máquinas

  • Monitorização em tempo útil da operatividade das máquinas (produção, standby, disponível)
  • Contadores horários (para máquina ligada e para máquina em movimento)
  • Monitorização de batidas ou acidentes
  • Visualização de tempos de trabalho do motor de tracção e do motor hidráulico
  • Monitorização de paragens prolongadas (inactividade da máquina apesar de estar ligada)
  • Definir remotamente o acesso as máquina, apenas para os condutores autorizados (matriz de permissões)
  • Acesso a vários mapas e gráficos informativos de índice de utilização de cada máquina, tempos de paragens, tempos de manutenção, choques, e muito mais.

Condutores

  • Monitorização de períodos úteis de trabalho
  • Monitorização de ciclos de paragens
  • Horas de entrada e saída
  • Monitorização de batidas ou acidentes
  • Relação condutor versus batidas ou choques (reduzindo ao mínimo o risco de acidentes)
  • Perfil de condução de cada condutor

Manutenção

  • Controlo de intervalos de revisão
  • Controlo de ciclos de manutenção (avisos automáticos quando se aproxima a revisão)
  • Monitorização dos vários tipos de manutenções (curativa, preventiva)
  • Monitorização de tempo de inactividade de uma máquina devido a manutenções
 

Baterias

  • Monitorização de ciclos de carga
  • Monitorização da autonomia
  • Monitorização de localização

 

Leitor RFID

O •Leitores de proximidade RFID de 125 kHz •Para ler cartões RFID •Interface através de RJ45 •Para Integrar no sistema

Sempre que um cartão RFID é colocado no suporte de cartões este será identificado, e os dados de imediato comunicados ao Módulo Slave. De seguida o Módulo Slave irá comparar os dados de identificação recebidos, com os da sua base de dados para permissões de acesso. Em função dessas permissões, definidas pelos administradores do sistema, será permitido ou negado o acesso á respectiva máquina. Se o utilizador obtiver permissão para aceder á máquina, essa permissão apenas se manterá enquanto o Cartão HID se encontra no suporte de cartões da mesma, terminando assim que este é retirado. Se o Cartão de RFID/utilizador não possuir permissão de acesso a uma determinada máquina, então, um aviso sonoro, gerado pelo Buzzer no Módulo HID, será emitido, para indicar ao utilizador que o acesso a essa máquina lhe foi negado. O aviso sonoro manter-se-á activo enquanto o cartão sem permissão se encontrar colocado no porta cartões dessa máquina. Após retirar o cartão da máquina o módulo RFID informa o Slave do sucedido, e o Slave volta a negar o acesso do utilizador á máquina. Desta forma só é permitido acesso perante a presença contínua do cartão FFID. A alimentação para o Módulo RFID é fornecida através do Cabo de Interligação de Módulos, que transfere alimentação e comunicação bidireccional, pelo mesmo meio físico. Quando o Módulo Slave utiliza apenas o Módulo HID como complemento para supervisão de acessos não é necessária a utilização de um Módulo de Interligação. O Módulo HID é ligado directamente ao Slave através de um Cabo de Interligação de Módulos. O Módulo HID deve, sempre que possível, ser instalado no tablier da máquina, em local de fácil acesso e visibilidade, para o utilizador. De preferência, no local onde a chave de ignição, agora substituída, se situava, de forma a facilitar aos utilizadores, a adaptação ao novo método de acesso.

 

RFID

 

Acelerómetro

O módulo de acelerómetro permite um controlo com uma precisão incomparável das batidas sofridas poor uma máquina (ex empilhador), sendo extremamente sensível na detecção de embates e podendo ser personalizado este nível de sensibilidade remotamente através do software do Sistema. Através deste módulo poderá ser visualizado o nível de embate com amostragem em “g’s” assim como poderá fazer-se bloquear a máquina ao atingir determinado valor de força “g”.

acelerometro

 

Check List

Este avançado upgrade do Sistema permite definir para cada máquina em que seja aplicado um conjunto de perguntas sobre o estado da máquina no momento em que o operador inicia funções com ela, tendo então de responder a um conjunto de questões que podem impedir a máquina de activar no caso de uma avaria grave ser relatada, ou no caso das questões não serem respondidas, bem como enviar mail automaticamente com as anomalias encontradas para o responsável e/ou assistência técnica da marca do equipamento. A escolha das perguntas a apresentar é controlada remotamente pelo software assim como a acção de bloqueio ou não por via das respostas dadas pelo operador. Podem igualmente ser definidos tempos para a conclusão da mesma bem como tempos para voltarem a ser pedidas respostas.

 

checklist

 

Módulo de Saídas

Este componente permite ligar acessórios da máquina ao sistema como por exemplo a luz para indicar que a bateria se encontra com baixo nível de carga e que deverá ser carregada ou substituída por outra carregada. Através da utilização deste módulo podemos definir no software qual o nível de bateria a partir do qual será apresentado o evento bateria fraca e por conseguinte na máquina a luz de bateria fraca será activada ou um sinal sonoro no caso de ser utilizado um buzzer juntamente com o módulo.

 

mod saidas

 

Módulo Monitor OFF

Este componente permite desligar o monitor (modo stand-by). A comunicação com o computador é feita por USB. O comando é dado por um imterruptor (por exemplo sensor banco da máquina). Este componente permite pasar al modo de espera el monitor. La comunicación con el ordenador se realiza mediante USB. Los módulos tendrán una entrada en tensión e una salida para alarma en caso de desconexión del USB , la conexión al modulo se hará por RS485.

monitor off